• Brasil
  • Ingles
  • Alemanha
  • França

Blog

Sonho do Primeiro Imóvel

01/02/2020 - Notícias de Mercado

Por Redação Sonho do Primeiro Imóvel

Num cenário de retomada do mercado imobiliário, caracterizado por um aumento consistente dos lançamentos e das vendas e por uma queda no número de distratos, o mercado de crédito imobiliário registrou, em 2019, um aumento significativo nos financiamentos, sobretudo com os recursos da caderneta de poupança, o funding mais tradicional do mercado. A informação é da Abecip – Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança.

Na cidade de São Paulo, mais representativo mercado brasileiro, as vendas de imóveis registraram um avanço de 57,5% na comparação com 2018, para um aumento do número de lançamento quase da mesma ordem, de 58,3%. O número de distratos – considerando o cenário Brasil – registrou uma redução de 34% também na comparação com 2018.

O aumento das vendas foi suportado, em termos de financiamento, sobretudo pelos recursos da poupança, no chamado SBPE – Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo. Os empréstimos com essa fonte de funding, tradicionalmente o mais importante no País, aumentaram 37% em 2019 em comparação com o ano anterior, com um estoque de R$ 658 bilhões. As fontes de recursos ligadas ao mercado de capitais (LIGs – Letras Imobiliárias Garantidas, LCIs -Letras de Credito Imobiliário e CRIs – Certificados de Recebíveis Imobiliários) somaram um total de R$ 230 bilhões, com destaque para o crescimento da LIG, instrumento de captação relativamente recente e que registrou, no ano passado, um aumento médio de 16% ao mês, totalizando R$ 11,2 bilhões no final de dezembro.

Para 2020, a nova presidente da Abecip, Cristiane Portella, estima um crescimento de mais 9% no financiamento com recursos do SBPE, totalizando um saldo de R$ 714 bilhões.

Sonho do Primeiro Imóvel
loading...
carregando